sábado, 19 de maio de 2012

Uneb promove I Treinamento em Metodologia de Pesquisa em Sexualidades, Gênero e Direitos Humanos



Difundir conhecimentos científicos sobre a sexualidade na perspectiva dos direitos humanos, buscando contribuir para a diminuição das desigualdades de gênero e raça e também para o fortalecimento da luta contra a discriminação das minorias sexuais no estado da Bahia.
Esse é o objetivo do programa multi-institucional, multidisciplinar de treinamento em metodologia de pesquisa em sexualidades, gênero e direitos humanos da UNEB, que vai abordar a temática em seminário e treinamento que serão realizados concomitantemente entres os dias 29 de maio e 4 de junho.
As atividades serão sediadas nos auditórios do Ministério Público (MP), na capital, e da Câmara Municipal de Vereadores de Salvador.As ações são voltadas para profissionais de educação, pesquisadores, promotores de Justiça, estudantes, advogados, integrantes de movimentos sociais, instituições públicas e privadas do Brasil.Para os interessados no treinamento (20 vagas), as inscrições estão abertas, gratuitamente, até o dia 20 de maio, pelo e-mail mulheresmasculinizadas@gmail.com, conforme recomendações.Já as inscrições para o seminário (200 vagas) seguem abertas até o primeiro dia do evento, pelo e-mail grupoenlaceuneb@gmail.com.
 A abertura das atividades acadêmicas acontece às 10h, com a participação das docentes Estela Aquino, da Universidade Federal da Bahia (Ufba), e Maria Luiza Heilborn, professora da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e coordenadora do Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (Clam).
Entre os convidados do evento de outros estados, estão ainda as professoras Laura Moutinho, Eliane Maio, Nádia Nogueira, Rosa Oliveira, Irina Bacci e Joselina Silva.
Segundo a professora Suely Messeder, coordenadora do programa, a sexualidade não se restringe ao movimento de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT), mas e sim a todos os segmentos da sociedade.
“Nesse sentido, todos devem se sentir envolvidos na temática sem as famosas dicotomias, que colocam de um lado a heterossexualidade e do outro a homossexualidade”, frisa Suely, que ocupa o cargo de primeira secretária da Associação Brasileira de Estudos de Homocultura (Abeh).
As atividades contam com o apoio das pró-reitorias de Pós-Graduação (PPG) e de Extensão (Proex) da universidade, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq), da Secretaria da Justiça Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH) e do MP.
O programa, que promove ainda pesquisas sobre temas como masculinidade em corpos femininos e suas vivências, é vinculado ao Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias (DCHT) do Campus XIX (Camaçari) da UNEB, sob coordenação do grupo de pesquisa Enlace e participação do Doutorado Multi-Institucional, Multidisciplinar em Difusão do Conhecimento e do Programa de Pós-Graduação em Crítica Cultural (Pós-Crítica) do Campus II (Alagoinhas).
Informações: PPG/Campus I – tel. (71) 3117-2319.


DAS INSCRIÇÕES
1.1 As inscrições são reservadas às estudantes universitárias, às agentes de saúde, às agentes penitenciárias, às participantes dos movimentos sociais de mulheres, negras e LGBT e às mulheres com inserção nos estudos sobre sexualidades no nível de graduação e mestrado e docentes de todos os níveis. Serão disponibilizadas três vagas para homens identificados com o gênero masculino ou feminino, (agentes de saúde, agentes penitenciários, participantes dos movimentos sociais de negros e LGBT e homens com inserção nos estudos sobre sexualidades no nível de graduação e mestrado).
1.2 As inscrições deverão ser encaminhadas, aos cuidados da Coordenação do Treinamento em Metodologia de Pesquisa em Sexualidades, Gênero e Direitos Humanos, via o e-mail mulheresmasculinizadas@gmail.com , com cópia em PDF dos seguintes documentos:
1.3 Carta de intenção da/o candidata/o para participação do Programa (máximo de 10 linhas);
1.4 Comprovante de matrícula para os graduandos/as ou mestrandos/as, certificado de conclusão do ensino médio (para aqueles/as que possuem apenas o 2º grau completo), diploma de conclusão de graduação ou mestrado;
1.5 Documentos pessoais: Carteira de Identidade, CPF e Comprovante de residência;
1.6 Currículo Lattes;
1.7 As inscrições encerram-se no dia 20

Nenhum comentário: