sexta-feira, 25 de maio de 2012

Entidades discutem "Mídia Discriminatória" no Pelourinho


 "LIBERDADE DE IMPRENSA, SIM! VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS, NÃO!"
Com esta chamada, diversas entidades reunidas na tarde desta quinta (24/05) , na Casa do Olodum, decidiram deflagrar um amplo processo de debates, como já cogitávamos aqui. Houve consenso absoluto quanto à necessidade de reafirmarmos a defesa intransigente da mais ampla liberdade de imprensa como instrumento da sociedade na defesa dos direitos fundamentais. 

Da mesma forma, total afinação quanto à responsabilização pelo caso específico que gerou a reação nacional que vivenciamos agora, mas ... sem desviar da questão de mérito: a qualidade dos conteúdos veiculados em qualquer plataforma (rádio, jornal, televisão, internet...). Definimos este primeiro debate na quarta-feira pela manhã, no auditório da ABI, para o qual estão desde já convidados o Ministério Público Estadual e Federal, comissões parlamentares de defesa dos direitos humanos, Secretaria da Justiça, Secretaria de Segurança Pública, conselhos estaduais de Direitos Humanos, da Comunidade Negra e de Comunicação Social; representações de trabalhadores e empresas de comunicação, entidades do movimento negro, universidades e outras organizações da sociedade. 

Um grupo de advogados trabalhará a redação de uma petição a ser apresentada no encontro, com pedidos bem objetivos a serem dirigidos à TV Bandeirantes e às empresas de comunicação de forma geral, bem como ao MPE e MPF. Até aqui gratifica-nos a posição madura das representações das entidades envolvidas neste esforço inicial, no sentido de tratar o problema na raiz de maneira a contribuir para que a comunicação seja, de fato, um instrumento de defesa da cidadania e de evolução de uma sociedade plural que busca corrigir injustiças históricas. Espero ver os colegas de imprensa participando ativamente deste debate.



Fonte: Ernesto Simões (Texto e Fotografia Facebook) 


Nenhum comentário: