terça-feira, 27 de março de 2012

"Anemia Falciforme" é discutida na Bahia



"SEMINÁRIO SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA PESSOAS COM ANEMIA FALCIFORME"
ONDE: CÂMARA DOS VEREADORES DE SÃO FRANCISCO DO CONDE
DATA: 04 DE ABRIL - QUARTA- FEIRA
SAÍDA DO ÔNIBUS: 07Hs ( CAMPO GRANDE)
ÔNIBUS GRATUITO + LANCHE (DURANTE A VIAGEM) (IDA E VOLTA)/
ENVIAR NOME COMPLETO E RG PARA O E-MAIL :
Historiadora Diana Costa - pretadai@gmail.com
CONVIDADOS

- Luiza Helena de Bairros – Ministra de Estado (SEPPIR)

- Rilza Valentim – Prefeita de São Francisco do Conde

- Amauri Teixeira – Deputado Federal (PT /BA)

- Dr. Jorge Sola – Secretário da Saúde do Estado da Bahia

- Elias Sampaio – Secretário de Promoção da Igualdade Racial da Bahia

- Paulo Anunciação – Secretário de Combate e Erradicação da Pobreza (Santo Amaro)

- Bira Corôa – Deputado Estadual (PT/BA)

- Marcelino Galo – Deputado Estadual (PT/BA)

- Gilvan Santos – Diretor DEPIR (São Francisco do Conde)

- Dr. Mário – Secretário de Saúde de São Francisco do Conde

- Marta Rodrigues - Vereadora (PT-Salvador)

- Altair dos Santos Lira – Federação Nacional das Associações de Pessoas
com Anemia Falciforme (Fenafal)

- Drª Joice Aragão – Coordenadora da Política Nacional de Atenção
Integral de Pessoas com Anemia Falciforme

- Dr. Fernando Araújo, oncologista clínico da UFBA

- Dr. Gildásio Daltro – Professor e pesquisador da UFBA sobre Células Tronco

- Dra. Raliana Carneiro, assistente social especialista em gestão de saúde familiar e sanitarista

quinta-feira, 22 de março de 2012

"Tecendo Falares" sobre a mulher no Sindilimp Bahia




A diretoria do Sindilimp-BA saúda cada companheira da categoria que mesmo lutando contra todas as dificuldades, discriminações, várias jornadas de trabalho, salário menor que o do homem na mesma função, não perde o vigor para construir uma nova sociedade.

Outra temática a ser repensada :

Sustentabilidade Reciclável para Afrodescendentes



Lançamento da "Feijoada Social" da Rede de Mulheres

A Rede de Mulheres da Bahia é um movimento da Sociedade Civil Organizada para fortalecer o controle social das Políticas Públicas para Mulheres Negras e de Periferia e dar continuidade a luta histórica de homens e mulheres negras, indías, brancas pela igualdade de gênero e democracia racial.

Definimos estratégias de:
- mobilização, participação e empoderamento de mulheres;
- fortalecimento do controle social;
- sustentabilidade das políticas públicas;
- garantia da autonomia do movimento social.

Definimos ações para:
- Agregar mulheres através de encontros e discussões nos bairros;
- Fazer um levantamento de nossas necessidades;
- Buscar informações para nosso empoderamento político e social;
- Ocupar espaços de poder e exercer a nossa cidadania;
- Ocupar nosso espaço no Orçamento Municipal.

Inscrições : rededemulheresdabahia@gmail.com

Participem!

Cenpah homenageia "Março Mulher"


O Cenpah quer ser um lugar de encontro e de valorização da cultura e da historia afro-brasileira. Um espaço onde partilhar, aprofundar e discutir a alma negra do Brasil.
Informações:(71)3306-3498

sexta-feira, 16 de março de 2012

Cacos


Quando deixa de ser intenso e regido entre risos,
estas na verdade o encanto se perdendo
ou algo se quebrando
... quando lagrimas correrem entre pálpebras
mais que sorrisos pela face
estarás algo se perdendo ou se quebrando
quando terceiros se interpuserem
entre aqueles que nem sabem o que de fato querem
estarás algo se perdendo ou se quebrando
quando for possível o classificar do tudo envolvido como equivoco ou mero engano
estarás algo se perdendo ou se quebrando
quando emergi de dentro de nós
questionamentos que superem lembranças de consequências risonhas
estarás algo se perdendo ou se quebrando
quando longínquo e utópico nos soar a permanência
algo se quebrou, se rompeu,
se partiu e feriu tanto tu quanto eu
se foi eu ou foi você a esbarrar sob as peças da sala
isso é o que menos importa
a maoir relevância esta em mensurar aquilo que se quebrou
reconstruir? ou seguir e construir um novo amor?
Aquilo que se quebrou nos cortou,
nao a pele levando sangue
Mas rasgou-nos a alma roubando sonhos
Construídos em alicerces nao sólidos
Mas de fé inabalável
de que reais tornariam se
De rentes convicções elaboradas a dois
Idealizadas para três ou mais talvez
Ate percebermos o quanto somos desiguais
Juízos de valores feitos e julgamento antecipados
Acusações proferidas corações sentenciados
E a percepção é única
Algo esta se quebrando...

Obanixé Kaô Kabiecilê
Motumbá adupé Olorum
Sergio Carvalho
Sócio CEO
Afroparceiros produções culturais
Um novo lema em cultura negra.

ÀDÚRÁ TÍ ORÓ



REZA DE ORI
ÀDÚRÁ TÍ ORÓ
ÀDÚRÀ TI ORÍ


Orí ení kini sàka ení
Cabeça que está purificada na esteira

Orí ení kini sàka yan
Cabeça que está purificada na esteira caminha soberbamente

Orí olóore ori jè o
A cabeça do vencedor vencerá

A saka yìn ki ya n’to lo ko
A cabeça limpa que louvamos mãe permita que façam uso dela

A saka yìn ki ègbón mi gbè
A cabeça limpa que louvamos meu mais velho conduzirá

Ìta nù mo bo orí o.
Ar livre e limpo oferendo a cabeça.

Asè

quarta-feira, 14 de março de 2012

XVII Simpósio Baiano de Pesquisadoras/es sobre Mulheres e Relações de Gênero



XVII Simpósio Baiano de Pesquisadoras/es sobre Mulheres e Relações de

Gênero

TEMA: Os Estudos Feministas e de Gênero e as Matrizes da

Desigualdade: Sexismo, Racismo e Lesbo-Homofobia
INSCRIÇÕES, ENVIO DE RESUMOS e DEMAIS INFORMAÇÕES
NEIM – Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher.
Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA
Informações: (071) 3237-8239

Email: simposio.neim@gmail.com

segunda-feira, 12 de março de 2012

Dia Internacional de Combate à Discriminação Racial



No dia 21 de março, Dia Internacional de Combate à Discriminação Racial, será iniciada a etapa de comunicação, sob responsabilidade do Instituto Mídia Étnica, envolvendo os nove correspondentes e mais cinco lideranças do Nordeste convidados a integrar a rede.
A aula inaugural que acontecerá às 9h30, no Centro de Encontro da Congregação das Irmãs Mercedárias (Rua Lídio Mesquita, 15 – no bairro do Rio Vermelho), será sobre o tema “Comunicação como direito humano” .e reunirá o jornalista Pedro Caribé, titular do Conselho de Comunicação Social da Bahia e integrante do Coletivo Intervozes e o publicitário Paulo Rogério Nunes, um dos fundadores do Instituto Mídia Étnica, que falará direto dos Estados Unidos, onde concluiu especialização em novas mídias na University of Maryland, na região metropolitana de Washington D.C.

quarta-feira, 7 de março de 2012

sexta-feira, 2 de março de 2012

6° aniversário do IBECA em Salvador

Uma máquina de lavar roupas é uma invenção bem útil, mas faz um péssimo serviço lavando pratos ou cozinhando o almoço. Isto porque a máquina de lavar nunca foi projetada para lavar pratos ou para preparar uma refeição. Foi projetada para lavar roupas, e nesse papel ela é de muito auxílio. Todos reconhecem a necessidade de usar as máquinas da maneira que seus inventores pretendiam. Deus criou a humanidade, e funcionamos melhor quando cumprimos os propósitos para os quais ele nos criou. Deus criou o homem e a mulher separadamente e planejou papéis especiais para cada um. Assim como uma máquina de lavar não cozinha bem, assim não podemos nos sair bem quando tentamos cumprir um papel para o qual Deus não nos projetou. Mas assim como uma lavadora é muito útil para o seu propósito especial, assim tanto os homens como as mulheres podem servir e glorificar a Deus em seus campos de ação dados por Deus.

Limitações

No lar. "As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor.... Como, porém, a Igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido" (Efésios 5:22,24). "Esposas, sede submissas ao próprio marido, como convém no Senhor" (Colossenses 3:18). As mulheres mais velhas sejam orientadas para ensinar as mais novas a serem "…sujeitas ao marido, para que a palavra de Deus não seja difamada" (Tito 2:3-5). "Mulheres, sede vós, igualmente, submissas a vosso próprio marido..." (1 Pedro 3:1). As instruções da Bíblia são claras. As mulheres devem submeter-se aos seus maridos. Essa submissão não indica inferioridade. Mesmo Jesus se submeteu ao Pai, entretanto ambos, Pai e Filho, participam igualmente da natureza divina. Do mesmo modo, esposo e esposa têm igual valor como pessoas, mas Deus ordena que o esposo guie a família. As esposas devem obedecer a vontade de seus esposos em tudo, exceto quando essa vontade contradiz a Palavra de Deus (note o princípio de Atos 5:29).

Nas igrejas."Como em todas as igrejas dos santos, conservem-se as mulheres caladas nas igrejas, porque não lhes é permitido falar; mas estejam submissas como também a lei o determina. Se, porém, querem aprender alguma cousa, interroguem, em casa, a seu próprio marido; porque para a mulher é vergonhoso falar na igreja" (1 Coríntios 14:33-35). As mulheres não devem falar na igreja! O tipo de fala que é mencionado nesse contexto é dirigir-se a toda a congregação, tal como é feito por alguém que está dirigindo alguma parte do culto. Paulo não se refere ao cantar junto com toda a igreja, e não se refere às ordens sussurradas a uma criança. Ele também não se refere a uma situação de estudo da Bíblia, do qual participe talvez somente uma certa parte da igreja (note 1 Coríntios 14:23). Mas no culto da congregação, as mulheres não devem falar dirigindo-se ao grupo, nem mesmo para fazer uma pergunta. Mulheres que pregam ou dão testemunho nos cultos de adoração nas igrejas simplesmente desobedecem o mandamento de Deus e devem notar os versículos que se seguem a esse mandamento: "Se alguém se considera profeta ou espiritual, reconheça ser mandamento do Senhor o que vos escrevo. E, se alguém o ignorar, será ignorado" (1 Coríntios 14:37-38).

Em geral. "Quero, entretanto, que saibais ser Cristo o cabeça de todo homem, e o homem, o cabeça da mulher, e Deus, o cabeça de Cristo" (1 Coríntios 11:3). "A mulher aprenda em silêncio, com toda a submissão. E não permito que a mulher ensine, nem exerça autoridade de homem; esteja, porém, em silêncio" (1 Timóteo 2:11-12). A mulher cristã não deve tomar uma posição de liderança sobre os homens, no lar, na igreja, e nem na sociedade em geral. A mulher que se torna pastora de uma igreja, ou ensina uma aula contendo homens, está errada. Alguns tentam limitar esses trechos à cultura do primeiro século. Mas note cuidadosamente que no contexto de 1 Timóteo 2, as razões que Paulo oferece para seu ensinamento não estão limitadas a uma cultura. "Porque, primeiro, foi formado Adão, depois, Eva. E Adão não foi iludido, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão" (1 Timóteo 2:13-14). Paulo baseia seu ensinamento na ordem da criação; o fato de que Deus criou primeiro o homem mostra sua intenção para que o homem seja o guia. Ele também mostra as conseqüências quando a mulher tomou a direção e o homem a seguiu. Eva foi enganada pelo que o tentador disse, isto é, creu em sua mentira. Adão não foi enganado; ele comeu o fruto mesmo sabendo que estava errado. Ele seguiu a orientação de sua esposa. Tanto a criação como a queda ensinam que a vontade de Deus é que os homens tenham a autoridade. Claramente, Deus não quer que mulheres dirijam igrejas!

A objeção mais comum a esses textos é que Deus deu à mulher talentos que devem ser usados em seu serviço. Isso é verdade, porém esses talentos devem ser usados de uma maneira aprovada por Deus. Nunca é certo violar as Escrituras. Deus, certamente, deu às mulheres muitos talentos e as mulheres cristãs desempenham um papel igualmente útil na obra do Senhor, como o fazem os homens. A máquina de lavar e o fogão são ambos úteis; eles simplesmente cumprem funções diferentes.

O Trabalho das Mulheres

No evangelho. Há muitas maneiras nas quais mulheres podem servir no evangelho. Lucas 2:36-38 menciona que Ana orava continuamente. Nenhuma responsabilidade maior do que a oração existe e as mulheres têm o direito igual ao dos homens a se aproximarem do trono de Deus em oração.

As mulheres podem ensinar. Enquanto não pode ter autoridade sobre os homens, a mulher cristã pode e deve ensinar outras mulheres e crianças (Tito 2:3-5), e se ela mantém um espírito humilde, pode também ajudar os homens a entenderem melhor as Escrituras (Atos 18:24-26). No primeiro século, as mulheres profetizavam (Atos 2:17-18; 21:9), isto é, revelavam a vontade de Deus pela inspiração do Espírito Santo. Débora, no Velho Testamento, era uma mulher bastante procurada por causa de seu sábio aconselhamento. A fé de Timóteo foi atribuída à influência de sua mãe e avó, as quais eram devotas. As mulheres cristãs devem conhecer as Escrituras e serem capazes de mostrar humildemente qual é a vontade de Deus.

O Novo Testamento ressalta freqüentemente o trabalho que as mulheres faziam, sem especificar exatamente qual era esse trabalho (Romanos 16:12; Filipenses 4:2-3; Atos 1:14; 9:2; 17:12). As mulheres devem trabalhar para encorajar, admoestar e edificar.

Através do exemplo de uma vida espiritual, as mulheres devem adornar o evangelho de Cristo (Tito 2:3-5). Pedro mostra que as mulheres devem dar mais importância ao caráter interior e menos à aparência externa (1 Pedro 3:1-6). Tanto os homens quanto as mulheres devem ser o sal da terra e a luz do mundo (Mateus 5:13-16). Enfim, mulheres e homens são iguais diante de Deus e ambos têm maneiras importantes pelas quais devem servir a Deus (Gálatas 3:28).

No serviço. Quando lembramos que Jesus disse que o maior no reino de Deus será aquele que serve (Marcos 10:35-45), então parece muito provável que as pessoas maiores no reino têm sido as mulheres. A Bíblia menciona várias mulheres, por exemplo: Dorcas, que continuamente praticava ações de bondade e caridade (Atos 9:36-39); uma Maria que "muito trabalhou por vós" (Romanos 16:6); Febe que servia à igreja de Cencréia (Romanos 16:1-2); e Maria, irmã de Marta e de Lázaro, que ungiu o corpo de Jesus para seu sepultamento (Marcos 14:3-9). A Bíblia raramente menciona mulheres cristãs sem falar sobre suas boas obras (1 Timóteo 2:9-10; 5:10).

No lar. Deus criou a mulher porque viu que o homem precisava de uma companheira (Gênesis 2:18-24). Homens e mulheres são dependentes uns dos outros (1 Coríntios 11:11). As esposas têm responsabilidade especial como donas de casa (1 Timóteo 5:14; Tito 2:3-5). Provérbios 31 fala extensamente sobre a bênção que uma boa esposa é para o seu esposo.

As mães têm um papel muito importante na educação de seus filhos. É triste que a sociedade moderna desdenhe as mulheres que devotam tempo integral à criação dos filhos e ao cuidado do lar, e exalte as mulheres que dão mais importância às suas carreiras profissionais. Uma esposa e mãe devota está entre as maiores bênçãos que uma sociedade pode ter e devemos criar nossas filhas para desejarem desempenhar esse papel. Timóteo ajudou grandemente os irmãos, no primeiro século, em parte por causa da influência de sua mãe e de sua avó. Ser uma boa mãe é um trabalho especialmente importante das mulheres cristãs (1 Timóteo 2:15; 5:10,14).

Conclusão

Os homens e as mulheres devem ser igualmente ativos na obra de Deus. Nenhum deles deve fazer o que Deus não lhes atribuiu, mas quando cada um trabalha dentro do papel que Deus ordenou, o nome do Senhor será glorificado e sua obra cumprida.

-por Gary Fisher


quinta-feira, 1 de março de 2012

Sussuarana abre curso de inglês em Salvador

"Março Mulher 2012" chega as redes sociais

Rede de Mulheres discute "Março Mulher 2012 "



Conhecemos de perto as dificuldades com as quais a periferia vive em consequência da ausência de atuação do poder público em diversas questões. Assim é uma necessidade promover encontros, nos quais possamos analisar os problemas do um contexto pessoal e coletivo, definindo caminhos para solucioná-los.

Reconhecemos a complexidade do problema, e entendemos que é preciso investir em formações continuadas para que as mulheres possam adquirir ferramentas que lhes permita atuar na preservação dos seus direitos constitucionais.

O nosso desafio é promover o empoderamento das mulheres para valorizar sua condição de cidadã, capaz de exercer sua cidadania de forma protagonista, deixando para trás a condição de meras coadjuvantes em suas próprias vidas.

Serviço:

Analise da Atual Conjuntura das Políticas Publicas para as Mulheres e a Relação com o Universo feminino do Subúrbio e Periferia”

Dia: 31/03/12

Horário: 8h às 17h

Local: Centro de Orientação a Família

(Comunidade do Boiadeiro)