terça-feira, 19 de abril de 2011

Capacitação na área de gestão cultural na Casa da Preta



O Instituto Feira Preta em parceria com a Agência de Cooperação Internacional AECID, Embaixada da Espanha e Centro Cultural da Espanha em São Paulo, promovem no mês de maio o Programa de formação coordenado pelo consultor Leonardo Brant, especialista em desenvolvimento de negócios para o setor cultural. Divido em módulos, o curso aborda diferentes dimensões de um empreendimento, da estratégia ao financiamento, passando por gestão e comunicação.

Programação:

AULA 1 - ESTRATÉGIA: conceito, sentido e plano estratégico (10 de maio)

AULA 2 - COMUNICAÇÃO: posicionamento, articulação e redes (17 de maio)

AULA 3 - GESTÃO: ferramentas de gestão aplicadas à cultura (24 de maio)

AULA 4 - FINANCIAMENTO: fontes e captação de recursos (31 de maio)


Capacitação na área de Gestão Cultural

Horário: 10 maio 2011 às 19:00 a 31 maio 2011 às 21:00
Local: Casa da Preta

Incrições: adriana@feirapreta.com.br

Organizado por: Adriana Barbosa

1° Prêmio Aliança de Empreendedorismo Comunitário




Estão abertas as inscrições para o 1° Prêmio Aliança de Empreendedorismo Comunitário, promovido nacionalmente pela Aliança Empreendedora com o patrocínio da Itaipu Binacional e do Instituto Camargo Corrêa. O objetivo do prêmio é identificar microempreendedores – com faturamento anual de até R$ 240mil – que se destacam tanto pelo negócio que empreendem quanto por sua contribuição para o desenvolvimento econômico e social de sua comunidade.

“Queremos valorizar e premiar microempreendedores que, por seu trabalho e pelo que ele representa para o lugar onde moram, sirvam de exemplo para o Brasil”, explica Rodrigo de Méllo Brito, Co-fundador e Diretor Executivo da Aliança Empreendedora, organização premiada várias vezes por suas ações na área de geração de renda e negócios inclusivos.

As inscrições devem ser feitas até o dia 2 de maio exclusivamente pelo site www.premioalianca.org.br. O vencedor vai receber R$ 7 mil reais em dinheiro para investir na melhoria ou expansão do seu negócio e três convites para o curso à distância “Escalada Empreendedora – Plano de Negócios para microempreendimentos da Aliança Empreendedora”. O segundo e terceiro lugares terão prêmios no valor de R$ 3 mil, e R$ 2 mil reais em dinheiro, respectivamente, além de 2 convites para o mesmo curso.

A entrega dos prêmios acontecerá em Curitiba no dia 24 de maio de 2011, em evento programado em conjunto com a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP) no Centro de Inovação, Educação, Tecnologia e Empreendedorismo do Paraná (CIETEP).

Serviço

Inscrições: 05 de abril a 02 de maio de 2011 pelo site: http://www.premioalianca.org.br
Resultado selecionados para a segunda fase: 06 de maio de 2011.
Resultado final: 17 de maio de 2011.
Evento de premiação: 24 de maio de 2011, no CIETEP em Curitiba.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Jovens de Barreiras participam do "Jovem Aprendiz"



De 26/04 a 06/05 , na cidade de Barreiras (Bahia) , os jovens inscritos no Programa "Jovem Aprendiz" irão participar da 1ª etapa de capacitação empresaria promovido pela Unidade do Senac Móvel (Salvador). A intenção é capacitar os cerca de 40 (quarenta) jovens pré-selecionados para trabalhar nas empresas parceiras nos serviços de auxiliar administrativo.As aulas serão de segunda a sexta , das 08 às 12h, nas dependências da Faculdade Unyahna.


Quem contrata o Aprendiz?

A empresa será responsável pela seleção e contratação do aprendiz. Deverá também providenciar a reserva da vaga na Unidade do SENAC observando os prazos para matrículas fixados na Unidade. Toda reserva realizada por telefone, e-mail ou on-line não garantirá efetivação da matrícula, é necessária a presença do representante da empresa, pai ou responsável do aprendiz e o aprendiz.

O período de contratação do jovem deverá ser obrigatoriamente o mesmo do início da turma de Aprendizagem no Senac.


Quais são os documentos necessários por parte da Empresa para contratar o aprendiz?

- Cópia da última guia do INSS.
- Cópia da guia da GEFIP (Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social) onde conste o FPAS (Fundo de Previdência e Assistência Social) – Código 515.
- Ficha do Aprendiz em 02 vias preenchidas pela empresa. Em papel timbrado da empresa


Quais são os documentos necessários por parte do aprendiz? (original e cópia simples)

- Carta de apresentação da empresa que irá contratá-lo. Em papel timbrado da empresa
- Comprovante de matrícula do Ensino Fundamental ou Médio.
- RG.
- CPF (se possuir).
- Comprovante de endereço.
- CTPS


Quais os procedimentos para a matrícula?

A empresa, o aprendiz e seu responsável legal comparecem à Unidade Senac com toda a documentação (aprendiz e empresa) e procura o Setor de Atendimento.


Quem faz o Contrato de Trabalho do aprendiz?

O Contrato de Trabalho é feito entre a empresa e o aprendiz. Segundo orientações do Manual de Aprendizagem Profissional da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, o Senac assina como entidade certificadora da Aprendizagem. É um contrato tripartite.


Quem faz o registro na Carteira de Trabalho?
A empresa fará a anotação na página destinada a “Contrato de Trabalho”, como nos demais contratos de trabalho. Em seguida, em “Anotações Gerais” deverá constar o texto: “o contrato da página... é relativo à aprendizagem na função de aprendiz, com duração de um ano. (esta anotação deve ser feita logo no início do Programa de Aprendizagem).



Qual é a jornada de trabalho permitida para o aprendiz?

A jornada deve ser de até 6 horas diárias para os que ainda não concluíram o Ensino Fundamental e de até 8 horas diárias para os que já concluíram o Ensino Fundamental. O Senac São Paulo oferece aulas teóricas presenciais num total de 9 horas semanais. A carga horária máxima de semanas não poderá exceder a 40 horas semanais. São vedadas compensações (art. 432, caput, da CLT) ou prorrogações de jornada, bem como trabalhos aos domingos e feriados (Estatuto dos Direitos da Criança e Adolescente)



Todas as empresas são obrigadas a contratar aprendizes?

Não, as empresas optantes pelo SIMPLES, microempresas ou de pequeno porte, além das entidades sem fins lucrativos que tenham por objetivo a educação profissional, não estão obrigadas. O Senac São Paulo matricula gratuitamente jovens de empresas optantes do SIMPLES e de EPP. (Empresa de Pequeno Porte)


Qual é a cota estipulada para a contratação de aprendizes e quem estipula esta cota?

A cota estipulada é de 5% no mínimo e 15% no máximo do total de funcionários. Quem define a cota é o Auditor Fiscal do MTE em negociação com as empresas. Mais detalhes no sítio do Ministério do Trabalho e Emprego.


Os direitos estabelecidos em Convenção ou Acordos Coletivos de Trabalho deverão ser estendidos aos aprendizes?

Sim, serão estendidos quando expressamente assegurados em suas cláusulas, no entanto recomenda-se que todos os benefícios sejam também estendidos aos aprendizes.


Os aprendizes terão direito ao Vale-Transporte?

Sim, inclusive para o deslocamento ao Senac, já que as horas dedicadas à Aprendizagem são consideradas trabalho e vice-versa.


Quando por alguma razão não houver aula no Senac, o aprendiz deverá cumprir seu horário trabalhando na empresa?

Sim, desde que vedadas à prorrogação e compensação de horas acordadas em Contrato de Aprendizagem.


Quem deverá emitir a Comunicação de Acidentes de Trabalho (CAT) na ocorrência de acidentes de trabalho com o aprendiz?

A empresa.


Quando ocorre a extinção do Contrato e quais os direitos do aprendiz?

A extinção do contrato de aprendizagem ocorre quando ele conclui seu termo final ou quando completar 18 anos. O adolescente fará jus às férias e 13º salário, inclusive proporcionais, saldos salariais e levantamento dos depósitos fundiários. Aviso prévio e multa rescisória não são devidos.


Pode haver rescisão antecipada do Contrato?

Sim, por desempenho insuficiente ou inadaptação do aprendiz, falta disciplinar grave ou ausência injustificada a escola que implique em perda do ano letivo. Nestes casos o aprendiz não terá direito aos direitos mencionados acima.


As cotas de contratação obrigatória de aprendizes e portadores de deficiências podem ser preenchidas pelo mesmo indivíduo – aprendiz portador de deficiência?

Não.


Como é calculado o salário do aprendiz?

Segundo a Lei, ao aprendiz será garantido o salário mínimo/hora, salvo condições mais favoráveis. Assim, o salário a ser pago poderá ser calculado pelo piso da categoria. Não se aplica o salário diferenciado ao aprendiz (Estado de São Paulo)


Qual é a duração do contrato de trabalho?

O contrato terá a duração de 1 ano, preservando aulas teóricas e práticas do início ao término do Programa.


Os aprendizes receberão Certificação?

Sim, serão certificados por módulos cursados.


O Senac faz algum acompanhamento do aprendiz em suas atividades na Escola Regular, e na Empresa?

Sim. Com a utilização do livro ata e solicitação de Boletim Escolar.


Como deve ser feito o Livro Ata?

O Senac distribui gratuitamente aos seus aprendizes e a empresa redigi o termo de abertura e encerramento especificando o objetivo a que se destina e páginas numeradas. Ao término de cada dia o aprendiz fará um resumo das atividades exercidas naquele dia e o supervisor responsável na empresa dará um visto semanal no livro. O Coordenador da Aprendizagem no Senac dará o visto, ao visitar as empresas.


O Programa terá algum custo para as empresas que matricularem aprendizes?

Para as empresas contribuintes do Senac, não. As empresas que não contribuem e que pretender fazê-lo, pagam uma mensalidade estipulada em R$ 170,00 por aluno/aprendiz.


O Contrato do aprendiz deve ser registrado nas unidades descentralizadas do MTE?

Não subsiste a obrigatoriedade de registro do contrato dos aprendizes nas unidades descentralizadas do MTE (Nota Técnica nº 26/FNPC/GAB/SIT/MTE).Fica a critério de cada Superintendência do Trabalho estabelecer uma forma de obter dados dos contratos de aprendizagem, seja através do depósito destes (sem contudo estabelecer obrigatoriedade), seja diretamente das entidades promotoras de aprendizagem profissional ou das empresas contratantes.


Os aprendizes devem estar segurados para atividades externas?

Sim, os aprendizes devem estar segurados para todas as atividades externas. O Senac providenciará o seguro apenas para o período da atividade dentro da sua programação comunicada antecipadamente com as empresas parceiras e pais dos aprendizes.


Extinção do contrato de aprendizagem:

O contrato de aprendizagem extinguir-se-á no prazo nele estabelecido para seu término, quando o aprendiz completar 24 anos, ou na ocorrência das seguintes hipóteses:
- Desempenho insuficiente ou inadaptação do aprendiz;
- Falta disciplinar grave nos termos do artigo 482 da CLT;
- Ausência injustificada à escola que implique perda do ano letivo;
- A pedido do aprendiz.
Conforme explicado abaixo
:a) Rescisão por desempenho insuficiente no Senac ou na Empresa
A hipótese de rescisão por desempenho insuficiente ou inadaptação do aprendiz somente ocorrerá mediante manifestação do Senac, a quem cabe a sua supervisão e avaliação, após consulta à empresa onde se realiza a aprendizagem. No caso de inadaptação na empresa, a mesma deverá informar ao Senac antes de tomar qualquer decisão.
Se o aprendiz apresentar faltas injustificadas (sem atestado médico), desempenho insuficiente ou problemas relacionados à disciplina no Senac ou na Empresa, será advertido conforme o que segue:
Duas Advertências verbais com registro no histórico do (a) aprendiz Três Advertências escritas com anuência dos pais/responsáveis e empresa;
b) Ausência injustificada à escola
A ausência injustificada à escola de ensino fundamental ou médio, ou no estabelecimento de ensino onde se realiza a aprendizagem será comprovada por meio de declaração dos mencionados estabelecimentos.O coordenador do Programa no Senac deverá fazer o acompanhamento da freqüência dos aprendizes na escola regular e, constatadas faltas em excesso, tomar as providências necessárias, inclusive acionando o Conselho Tutelar se for o caso.
c) Pedido de rescisão por parte do aprendiz
Quanto ao pedido de rescisão por parte do aprendiz é necessário ouvir seus responsáveis legais.Tratando-se de rescisão do contrato de trabalho, é vedado ao menor de 18 anos, dar sem assistência dos seus responsáveis legais a quitação ao empregador pelo recebimento da indenização que lhe for de vida.

O aprendiz pode faltar às aulas no Senac?

O aprendiz que faltar ao curso de aprendizagem em que estiver matriculado sem justificação aceitável perderá o salário dos dias que faltou.


Onde o aprendiz deve entregar o atestado médico/justificativa quando faltar?

As faltas nas atividades de aprendizagem na empresa ou no Senac serão justificadas com atestado médico, no dia posterior às faltas. O documento deverá ter uma cópia no prontuário do aluno. Se a falta ocorrer no Senac, a empresa deverá ser informada com transmissão do atestado via fax e vice-versa. Em ambas as situações o atestado constará do prontuário do aprendiz.
A freqüência esperada é sempre de 100%, tanto no Senac quanto na Empresa.Nos casos de gestantes e impossibilitados por motivos de doenças infecto-contagiosas, acidentes e problemas de locomoção, serão garantidos os benefícios previstos em lei, dentro da vigência do contrato de aprendizagem. Para suprir a aprendizagem deste período, será facultada a elaboração de trabalhos domiciliares.

As normas de segurança e saúde no trabalho se aplicam à aprendizagem profissional? Eles serão submetidos aos exames médicos ocupacionais?

Sim. Todos os exames médicos ocupacionais (admissional, periódico, de mudança de função, de retorno ao trabalho e o demissional) devem ser realizados.


Texto: Patrícia Bernardes (Instrutora SENAC MÓVEL / Relações Socioprofissionais)

Radiojornalismo Hipermidiático chega em pdf




Telefones celulares, tablets, internet. Com a presença a cada dia mais freqüente de dispositivos multitarefa no cotidiano do público, os meios de comunicação são levados a revisar sua estrutura, suas rotinas e suas estratégias para alcançar o ouvinte.

É desta mudança que trata Debora Cristina Lopez no livro “Radiojornalismo hipermidiático: tendências e perspectivas do jornalismo de rádio all news brasileiro em um contexto de convergência tecnológica”. Trata-se de uma análise a partir da convergência jornalística e da perspectiva tecnológica, que busca apontar tendências e perspectivas para o novo rádio.


A observação da autora, que analisa emissoras all news brasileiras, se insere no contexto da revolução que afeta o rádio contemporâneo. Ele já não é mais um meio de comunicação monomídia, mas utiliza linguagem multimídia, dispositivos multiplataforma e novos formatos para o jornalismo. E neste cenário se apresenta o rádio hipermidiático, de perspectiva multimídia, que é pensado para uma nova realidade e um novo perfil de audiência, e que traz desafios constantes e mutáveis para a rotina do jornalista.

Serviço

Título: Radiojornalismo hipermidiático: tendências e perspectivas do jornalismo de rádio all news brasileiro em um contexto de convergência tecnológica
Autor(es):
Debora Cristina Lopez
Colecção : Estudos em Comunicação
Ano de Edição: 2010


Link: http://www.livroslabcom.ubi.pt/pdfs/20110415-debora_lopez_radiojornalismo.pdf

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Vivendo a dois ...




As minhas mãos tem chegado onde eu nunca acreditei chegar...ou pelo menos eu chegaria lá pelos 50 anos...Estou vivendo uma nova era...um novo ciclo...um novo aprendizado...
Razão X Emoção duelando constantemente...




Foto: Patrícia Bernardes

terça-feira, 12 de abril de 2011

Igualdade racial já!




A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) deliberou que 2011 seria o Ano Internacional dos Povos Afrodescendentes. A campanha pretende fortalecer as ações nacionais e a cooperação internacional para assegurar que as pessoas de ascendência africana gozem plenamente de direitos econômicos, culturais, sociais, civis e políticos. No Brasil, no entanto, as lamentáveis declarações de cunho racista feitas recentemente por parlamentares mostram que é necessário intensificar o trabalho de valorização dos afrodescendentes e repudiar essas manifestações criminosas devido ao seu caráter preconceituoso.


Os afrodescendentes no Brasil enfrentam ainda uma grande dificuldade no trabalho, na educação e nas condições de vida em geral. Conforme os dados apresentados no Mapa da Violência 2011 - um estudo nacional apresentado pelo pesquisador Julio Jacobo – a situação dos negros ainda é bastante crítica em nosso país.

O estudo de Jacobo aponta que em cada três assassinatos ocorridos no Brasil, dois são de negros. Enquanto os assassinatos de brancos vêm caindo, os de negros continuam a subir. De 2005 para 2008, houve uma queda de 22,7% nos homicídios de pessoas brancas; entre os negros, as taxas subiram 12,1%. O cenário é ainda pior entre os jovens com idade entre 15 e 24 anos. Entre os brancos, nessa faixa etária, o número de homicídios caiu de 6.592 para 4.582 entre 2002 e 2008, uma diferença de 30%. No mesmo período, assassinatos entre jovens negros passaram de 11.308 para 12.749 – um aumento de 13%.

Temos ainda oitocentas mil crianças entre sete e quatorze anos fora das escolas. Desse total, quinhentas mil são negras. A proporção de crianças e adolescentes negros fora das escolas é superior em 30% do que a média nacional. Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 2003 apontam que os brasileiros brancos recebiam em média R$ 931,00 em salários, enquanto os negros ganhavam pouco mais de R$ 428,00. A mulher negra enfrenta uma situação um pouco pior. Enquanto as brasileiras brancas, já discriminadas em relação aos homens, recebiam em média R$ 554,00 e as negras recebiam R$ 279,00. Essa é a realidade que temos de superar.

Nosso País teve uma participação marcante na dolorosa história da diáspora africana. A Bahia é um dos Estados com o maior número de negros em todo o Brasil. O IBGE registra que cerca de 76% da nossa população é afrodescendente. Com uma população de 14,6 milhões de habitantes, os afrodescendentes chegam a 11,2 milhões. E por isso, em nosso Estado, a luta contra o racismo destaca-se entre tantas, porque diz respeito a nossa própria existência como povo. Fala de nossas raízes e de nossa origem. Diz respeito a uma luta cotidiana pela valorização da cultura e da autoestima do povo negro, que é, em síntese, a nossa gente.

Motivada pela iniciativa da ONU, a ministra Luiza Bairros, da Secretaria Especial de Igualdade Racial, lançou a campanha “Igualdade Racial é pra Valer”, durante as comemorações do Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial, em 21 de março. Na solenidade de lançamento, Luiza Bairros afirmou muito apropriadamente que “promover a igualdade racial não é responsabilidade só do movimento negro ou do estado brasileiro, mas de todos.” Faço delas as minhas palavras e ressalto que precisamos nos unir em torno desse compromisso, como baianos e brasileiros, que é o de lutar pelo fim de todos os preconceitos.

O encerramento da programação oficial do Ano Internacional dos Afrodescendentes será feito com um debate sobre as conquistas das metas e dos objetivos da campanha, em setembro, durante a sessão ordinária da Assembleia Geral da ONU. Aqui no Brasil, nossas comemorações se prolongam até o Dia Nacional da Consciência Negra, em 20 de novembro. Nessa data estaremos festejando os afrodescendentes brasileiros, que deram, no passado e ainda hoje, a sua grande contribuição para que sejamos o País e o povo a que nos orgulhamos de pertencer.



segunda-feira, 11 de abril de 2011

Estudantes da Cidade Mãe dizem "Como cuidar do Brasil? "




Os alunos do curso de Operador de Computador do Senac , durante as aulas de Relações Socioprofissionais, desenvolveram uma redação em sala de aula respondendo a pergunta : "Como Cuidar do Brasil ?." A redação-resposta foi gerada com base nas cinco aulas ministradas na Unidade de Pau da Lima da Fundação Cidade Mãe em Salvador e teve como base de pesquisa a sustentabilidade presente na educação,moradia,alimentação e lazer.

Como Cuidar do Brasil ?

escrito por Raul Santos e Lucas Jagueira ( Turno Matutino)

* Com a garantia da realização da Campanha Nacional de Consumo de Alimentos Orgânicos ou produzidos em sistema agroecológicos,bem como a redução de seus custos de produção através de políticas de financiamentos, orientação técnica e abertura de mercado ,garantindo a compra direta dos produtos por órãos institucionais. A proposta do sistema nacional é de garantir uma alimentação do sistema agroecológico.
* Fortalecer as atividades do Sistema Nacional de Informações sobre o Meio Ambiente (SINIMA) e demais sistemas como o Sistema Brasileiro de Informação em Educação Ambiental (SIBEA). A proposta do Estado é incluir nas escolas públicas e privadas as informações sobre o Meio Ambiente.
* Vetar a utilização dos recursos de investimentos em infra-estrutura por que com a infra-estrutura a população terá uma boa moradia e melhores condições de lazer que servirá para todos os moradores da região.

Como cuidar do Brasil ?

escrito por Paulo Sergio ,Kelvin Santos e Leone Reis (Turno Vespertino)

Dizem que o Brasil é uma terra de todos nós mais está se acabando de maneira desagradável. Todos só pensam em si mesmo. O Brasil está sofrendo mais podemos mudar isso, basta querermos .
No Brasil a educação é um dos fatores mais importantes da sociedade brasileira onde precisamos de mais profissionais capacitados a ensinar principalmente os jovens.O Brasil é um país que está se desenvolvendo bastante na educação , na segurança, na saúde . Quando investi em benefícios para o nosso país, o país sempre irá se desenvolver.
Moradia = muitas pessoas que moram em barracos ou perto de morros , ou seja locais, perigosos de se morar. O governo está investindo e melhorando o nosso país. Esta se desenvolvendo.

* Todos os textos passaram por correção ortográfica para sua publicação neste blog.
Patrícia Bernardes (Jornalista e Gestora Social)






Dez Dicas Rápidas para Fazer uma Boa Redação



1) Na dissertação, não escreva períodos muito longos nem muitos curtos.

2) Na dissertação, não use expressões como “eu acho”, “eu penso” ou “quem sabe”, que mostram dúvidas em seus argumentos.

3) Uma redação “brilhante” mas que fuja totalmente ao tema proposto será anulada.

4) É importante que, em uma dissertação, sejam apresentados e discutidos fatos, dados e pontos de vista acerca da questão proposta.

5) A postura mais adequada para se dissertar é escrever impessoalmente, ou seja, deve-se evitar a utilização da primeira pessoa do singular.

6) Na narração, uma boa caracterização de personagens não pode levar em consideração apenas aspectos físicos. Elas têm de ser pensadas como representações de pessoas, e por isso sua caracterização é bem mais complexa, devendo levar em conta também aspectos psicológicos de tipos humanos.

7) O texto dissertativo é dirigido a um interlocutor genérico, universal; a carta argumentativa pressupõe um interlocutor específico para quem a argumentação deverá estar orientada.

8 ) O que se solicita dos alunos é muito mais uma reflexão sobre um determinado tema, apresentada sob forma escrita, do que uma simples redação vista como um episódio circunstancial de escrita.

9) A letra de forma deve ser evitada, pois dificulta a distinção entre maiúsculas e minúsculas. Uma boa grafia e limpeza são fundamentais.

10) Na narração, há a necessidade de caracterizar e desenvolver os seguintes elementos: narrador, personagem, enredo, cenário e tempo.


quinta-feira, 7 de abril de 2011

O Rio de Janeiro continua lindo? 11 crianças mortas



O tempo passa e o que os gestores do Brasil dizem que é uma realidade "invertida" ...a televisão evidencia o contrário. Eu não tenho o que comentar sobre a morte destas crianças nesta quinta-feira.

Deixo aqui uma música para meus seguidores...

Meu coração está doendo...triste...sem palavras...13 famílias mortas hoje...não somente as crianças...


Ah...
Como eu gostaria de poder cantar a paz
Como realidade, não um sonho
Poder ligar a tv
E ver exatamente o contrário
Do que eu vejo agora

E pelas ruas numa boa passear
Sem ter dentro da mente a paranóia
Eu olho pro futuro
E as crianças ai meu deus o quê que eu faço agora?

É por isso que eu quero ouvir a voz de deus
Na certa ele me manda uma canção
Que logo me livre dessa aflição
É só por isso por isso que eu quero ouvir a voz do senhor
Na certa ele me manda uma canção
Que livra o meu povo dessa imensa dor

Ah...
Como eu gostaria de poder cantar a paz
Como realidade, não um sonho
Poder ligar a tv
E ver exatamente o contrário
Do que eu vejo agora

E pelas ruas numa boa passear
Sem ter dentro da mente a paranóia
Eu olho pro futuro
E as crianças ai meu deus o quê que eu faço agora?

É por isso que eu quero ouvir a voz de deus
Na certa ele me manda uma canção
Que logo me livre dessa aflição
É só por isso que eu quero ouvir a voz do senhor
Na certa ele me manda uma canção
Que livra o meu povo dessa imensa dor

Ah... a paz.. realidade, não um sonho

Música :Cante a Paz!

Cantado por Planta e Raiz

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Biblioteca Abdias do Nascimento com nova sede



A Biblioteca Abdias do Nascimento terá sua nova sede no próximo sábado( 16), às 14 h, no bairro de Periperi (Av. Suburbana). A ação é uma parceria com a Associação Bonfinense que tem como objetivo ampliar as atividades culturais e facilitar o acesso dos usuários.O Evento contará com a exibição do vídeo documentário "Abdias Nascimento Memória Negra", Recitais de Poesia com poemas da autoria de Abdias, além de Música e muito mais.

Informações: (71)8742-1045 / (71)8730-6062

E- mail: abdiasbiblioteca@gmail.com

Quem é Abdias do Nascimento ?

Um dos maiores defensores da defesa da cultura e igualdade para as populações afrodescendentes no Brasil, intelectual de grande importância para a reflexão e atividade sobre a questão do negro na sociedade brasileira. Teve uma trajetória longa e produtiva, indo desde o movimento integralista, passando por atividade de poeta (com a Hermandad, grupo com o qual viajou de forma boêmia pela América do Sul), até ativista do Movimento Negro, ator (criou em 1944 o Teatro Experimental do Negro) e escultor.

Wikipédia