domingo, 6 de fevereiro de 2011

O que mantém uma amizade?



escrito por Dra Olga Inês Tessari


Há várias razões que motivam a manutenção dela e estas, por sua vez, dependem também dos motivos que originaram esta amizade.

Existem vários tipos de amizade, desde aquela onde apenas trocamos um "bom dia, boa tarde" e mantemos uma certa formalidade, à amiga com a qual passamos horas trocando receitas culinárias, dicas de limpeza ou de artesanato, às amigas que servem de companhia para passeios, festas e baladas pois são divertidas, às amigas que ficam com os nossos filhos ou que recebem as correspondências quando saímos, às amigas com as quais trocamos confidências e que sabem de nossos maiores segredos e até aquela amiga silenciosa que nos faz companhia quando não queremos ficar sozinhas, entre tantos outros tipos de amizade.

Até que ponto vale a pena sermos sinceras com as amigas? E de que sinceridade estamos falando? Vale a pena contar para a amiga que seu parceiro a está traindo? Se for uma amiga de verdade, daquelas confidentes, ela está com um problemão pela frente! Afinal, há até um ditado popular dizendo que "não se deve meter a colher em briga de marido e mulher". Mas como se sente a amiga que sabe deste fato? Se ela relata o ocorrido, ela imagina que pode perder a amizade!! E se esta amizade tem uma grande importância para ela então, ela fica com uma dúvida enorme: "contar ou não contar?" O sentimento que permeia a pessoa que sabe da traição é de medo, ela fica ansiosa, pode perder noites de sono, ficar agitada e até pode mudar seu comportamento com a amiga para evitar que ela perceba o seu conflito entre querer contar e, ao mesmo tempo, de querer ocultar o que sabe por medo de perder a amizade.


AMIGA DE VERDADE


Ela entra num conflito muito grande entre contar ou não contar o que sabe. Tudo vai depender de como ela vai avaliar os riscos de contar ou não e quais seriam as perdas e ganhos de relatar este fato.

Ganhos: Estreitar ainda mais os laços de amizade devido a sua sinceridade

Perdas: Perder a amizade de uma vez por todas ou então manter depois uma amizade diferente daquela que ela tinha antes do fato relatado.

E como saber se ela ganha ou perde com sua sinceridade?

Avaliando as possíveis reações de sua amiga ao receber a notícia que podem variar do descrédito total até acreditar piamente no relato; além disso ela pode considerar a notícia como uma simples intriga provavelmente por pura inveja do "lindo relacionamento que ela tem", pode até pensar que a delatora está a fim do seu marido, criando um clima de desconfiança inicial que, no decorrer do tempo, pode levar à separação ou mesmo supor que a amiga não "está bem da cabeça" ou que está relatando o fato porque não tem sequer um namorado... Mas se ela não acreditar na amiga e pensar alguma destas coisas, certamente ela não é uma amiga de verdade, é uma amiga de "fachada", a famosa “amiga da onça”.


"AMIGA DA ONÇA"


Se ela for uma "amiga da onça", aquela amiga invejosa mesmo, que tem por objetivo "ver o circo pegar fogo", essa não terá conflitos em relatar o que sabe, exatamente porque vai ter prazer em ver a reação de sofrimento da amiga ao saber do fato.

Não podemos nos esquecer da reação de uma pessoa que se descobre sendo traída pela pessoa amada: pode ser de revolta ("como ele pode ter feito uma coisa dessas comigo?"), de descrédito ("eu não acredito que ele possa ter feito isso comigo"), de considerar-se culpada pela traição ("eu devo ter errado em alguma coisa") e até de raiva da pessoa que contou e que, com isso, desfez o seu castelo de sonhos de um relacionamento "perfeito".

Nenhum comentário: