quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Caminhada pela Igualdade reúne artistas e religiosos em Salvador


Nesta quinta-feira, 30/09, acontece, em Salvador, a Caminhada pela Igualdade que reunirá entidades do movimento negro e ativistas sociais para marcar os 212 anos da Revolta dos Búzios na Bahia. O evento conta com a participação de grupos como Olodum, Malê Debalê, Os Negões, Muzenza, Cortejo Afro, Okambi, o Afoxé Filhos do Congo, Ilê Aiyê, Unegro, Coletivo de Entidades Negras (CEN) Movimento Negro Unificado (MNU), a Coordenação Nacional de Entidades Negras (CONEN), o Instituto Pedra de Raio, dentre outros. A concentração acontece no Campo Grande a partir das 16h.

A Caminhada será aberta por religiosos de matriz africana e contará com a presença, além de entidades da militância do movimento negro, de representantes políticos, com apresentações artísticas que reivindicam igualdade de direitos e o fim das desigualdades decorrentes dos 300 anos de escravidão no Brasil.As principais bandeiras da caminhada são: liberdade religiosa, cultura de paz, financiamento público e privado da cultura afro-brasileira, implementação na educação das leis 10.639 e 11.645 que inclui nos currículos escolares o ensino de história e cultura afro-brasileira e indígena, ações afirmativas na saúde, saneamento básico, emprego e renda, moradia e educação.

Segundo os organizadores da atividade a Revolta dos Búzios, que aconteceu em 1798, é fonte de inspiração da luta negra atual. “Apesar de ser uma história passada e vivida na Bahia, ela é assunto nacional. A Revolta dos Búzios é a base dos direitos humanos no Brasil. Foi a primeira vez que se escreveu um documento que se falava de oportunidades iguais no país”, explica o presidente do Bloco Afro Olodum, João Jorge Santos Rodrigues.

Fonte: Correio Nagô




terça-feira, 28 de setembro de 2010

A Lei Federal nº 10.639/ 03 em Salvador

Em 13 de maio de 2009 foi lançado nacionalmente pela Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e Secretaria de Educação Continuada Alfabetização e Diversidade /Ministério de Educação, o Plano Nacional de Implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e Ensino da Cultura e História Afro-Brasileira, cuja missão é promover o conhecimento, articulação e legitimação da história positiva do povo negro nos espaços escolares, leia-se Lei Federal nº 10.639/03.
Em vídeo - entrevista Anativo Oliveira ( Grupo de Teatro Beje Eró) explica a importância da Lei Federal nº 10.639/03 (Educação das Relações Étnico-Raciais e Ensino da Cultura e História Afro-Brasileira) em Salvador através da apresentação itinerante do Espetáculo "Lendas e Contos Africanos" em Escolas Públicas , Particulares e Espaços de Arte em Salvador.

Vídeo: Patrícia Bernardes
(Jornalista e Gestora Social)






Homenagens na Semana da Mãe Preta 2010

A Semana da Mãe Preta 2010 foi marcada por emoção e homenagens a Mãe Hilda de Jitolu na Senzala do Barro Preto. Na ocasião, a Prof° Maria de Lurdes Siqueira falou sobre a importância de Mãe Hilda para a divulgação positiva da Matriz Africana no Estado da Bahia e parabenizou a filha da matriarca do Bloco Afro Ilê , Doné Hildelice Benta ,pelo novo cargo no Terreiro Ilê Axé Jitolu.

Vídeo: Bernardes Comunicação Ssa



sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Senai Bahia oferece bolsas de estudo integral



O Senai Bahia, entidade do Sistema FIEB, está ofertando 54 bolsas de estudo integrais para os cursos de graduação tecnológica oferecidos nas unidades Cimatec e Cetind. Dentre os cursos disponíveis estão os de mecatrônica industrial, logística, sistemas automotivos, polímeros, processos ambientais e engenharia mecânica. Para concorrer às vagas o candidato deve se inscrever de 1º a 15 de outubro no site www.fieb.org.br/senai/graduacao, e ser aluno egresso do ensino médio das redes públicas, do Sesi Bahia, ou bolsista integral de escolas particulares. Além disso, o candidato deve comprovar renda mensal familiar de até 1,5 salários mínimo e não ser beneficiário de outro programa de crédito educativo.

Os estudantes serão selecionados por meio de critérios socioeconômicos e do desempenho no ENEM deste ano ou de até dois anos anteriores. As inscrições para participar do processo seletivo são gratuitas. Os selecionados iniciarão os estudos no primeiro semestre de 2011.


Mais informações: (71) 3534-8090 (Maria Irani Paim)

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Edival Passos discute Empreendedorismo Étnico



Em vídeo-entrevista Edival Passos,Superintendente do Sebrae/Bahia, fala sobre o Empreendedorismo Étnico em Salvador.

Vídeo: Patrícia Bernardes (Jornalista e Gestora Social)

Vovô aguarda Áecio Neves pra divulgar Ilê Aiyê



O presidente do bloco-afro Ilê Ayê, Antônio Carlos dos Santos, o Vovô, aguardou o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, por quase uma hora em frente ao elevador por onde ele passaria. O diretor carnavalesco aguardava ansioso o tucano para entregar-lhe um kit com produtos produzidos pelo grupo, como forma de tentar estabelecer uma fusão cultural com sabor pão de queijo temperado com dendê. Se a parceria acontecerá ninguém sabe, mas que o encontro rendeu bons cliques, ah, isso rendeu.

Fonte:Bahia Notícias

terça-feira, 21 de setembro de 2010

A Cuidadora de Idosos e o Parque Tecnológico da Bahia



Numa manhã de Sol em Salvador ...

-“ Bom dia! Meu nome é Maria Santos e eu gostaria de saber se o nome desse lugar aqui é Parque Tecnológico. Você pode me dizer?”

O segurança da entrada do local olha para a jovem Maria e diz:

-“ Sim é aqui o Parque Tecnológico. Posso lhe ajudar em alguma coisa? Eu sou novo aqui mais sei de algumas informações de lá de dentro desse ‘negócio’ aí.”

A jovem alta, bem vestida com estampas exóticas e cabelos trançados olha para o segurança e diz:

“- Há 4 anos atrás eu fiz um Curso de Cuidadora de Idosos moço. O Curso foi pelo Planseq Afrodescendente para Capacitação de Mão de através do Bolsa Família da minha mãe e os líderes desta obra aqui disseram que as pessoas que receberam diploma trabalhariam aqui no Parque Tecnológico da Bahia.Não posso perder essa chance não é?”

O segurança, já as gargalhadas, olha para a jovem de visual afro e sorriso largo e diz:

-“ Tem certeza minha querida? Por que não procura um asilo? Aqui no Parque Tecnológico os cientistas têm uma idade avançada mais ainda acertam ir ao banheiro sozinhos.Pelo menos é o que eu vejo por aqui todos os dias.”

Maria olha para o segurança e sai das dependências do Parque inconsolável.

Pela tarde ...no mesmo local

-“ Boa tarde meu querido. Meu nome é Pedro Joaquim e eu vim aqui deixar meu currículo pois eu sou capacitado pra trabalhar aqui neste Parque Tecnológico. Onde é o setor pessoal?”

O segurança olha para Pedro e diz:

“-Depois do que me aconteceu pela manhã, você pode me explicar que história é essa de estar capacitado pra trabalhar aqui? Gostei dessa palavra rapaz. Já é a segunda pessoa que passa aqui no meu portão e fala que está capacitado pra se empregar aqui. Você faz o que da vida? Trabalha em quê?”

Pedro, já eufórico com a oportunidade de falar da sua nova carreira profissional diz:

“ - Meu companheiro eu estou feliz demais. Há 4 anos atrás eu fiz um Curso de Capacitação de Mão de através do Bolsa Família e a galera de lá do meu bairro disse que o Parque Tecnológico ia me contratar, ia precisar de mim. Fui um bom aluno, não faltei a uma aula e hoje estou aqui. Tô pronto para o mercado de trabalho.Tô ‘fera’ no que eu aprendi.”

O segurança entusiasmado pela conversa de Pedro pergunta ao rapaz:

-“ Você fez Curso de quê? Se formou em quê? Me conte aí que eu já largo essa empresa de segurança que me explora no meu plantão de 24 por 12h , sem folga e ainda não consigo visitar minha nêga de tão cansado.”

Pedro, sem medir as palavras, fala em voz alta e peito firme:

-“ Eu sou borracheiro. Sei trocar o pneu como ninguém. Calibragem e ficha das condições de qualquer pneu eu aprendi a preencher lá no meu curso.”

O segurança totalmente sem graça e com pena de Pedro fala:

“ - Rapaz. Me dê seu currículo aí. Vou dar uma olhada com meus amigos de lá da segurança se têm uma vaga pra você. Você é gente boa, tem tipo físico bom pra enganar ladrão daqui da área. Me dê aí esse envelope vá...confie em mim que emprego você vai ter.”

Pedro desesperado fala:

-“Tá me tirando de otário rapaz! Qual é a sua? Tá querendo me tirar do meu foco , da minha meta no mercado de trabalho. Aprendi isso no Curso que fiz. Ninguém deve me tirar de perto dos meus sonhos, dos meus objetivos.”

O segurança sem pestanejar fala alto com Pedro:

“- Olhe carinha. Se é assim que você é , é melhor então você ir buscar seus sonhos em outro lugar, pois aqui não tem pneu nenhum pra você trocar. Se você vem pra cá com suas palavras bonitas dizendo que sua meta é essa, os caminhões que entram e saem daqui estão com os pneus ótimos. Rapaz!!!O que está esvaziando aqui é a minha cota de paciência com estes ‘caras’ que fazem curso pra vocês totalmente fora do que eles contratam aqui neste local. Vá em paz amigo! Foi mal às palavras mais aqui não tem nada pra você não.”


Texto/Crônica: Patrícia Bernardes