terça-feira, 17 de agosto de 2010

Magistrada Baiana é indicada ao Troféu Palmares


A magistrada baiana Luislinda Valois é indicada, pela primeira vez, ao Troféu Palmares. Considerada “Ruy Barbosa de saia”, ela concorre na categoria Campo Social por ser um exemplo de resistência e superação. No currículo, Luislinda assina diversos projetos sociais como os Balcões de Justiça e Cidadania, Justiça Itinerante, Fome Zero no judiciário baiano e Leia. É bom. A juíza é também autora do livro O Negro no Século XXI, obra que reconta a história dos afrodescendentes no Brasil com o discernimento de quem conhece profundamente suas origens.

Esta é a terceira edição da premiação, criada para homenagear personalidades da sociedade brasileira que contribuem para o exercício do respeito à diversidade e à cidadania, com especial atenção à causa afro-brasileira. O diferencial deste ano é que somente mulheres estão concorrendo ao prêmio, que será entregue durante as comemorações do 22º aniversário da Fundação Cultural Palmares, no dia 20 de agosto, no Teatro Nacional de Brasília. A votação, aberta ao público, vai até o dia 15 e é feita pela internet através do site http://culturanegra.palmares.gov.br/enquete/.


As votações são feitas pela internet e a entrega do prêmio será dia 20 de agosto.

O encerramento da premiação será ao som do show Mães D´ Água, protagonizado por sete cantoras negras do Brasil: Alaíde Costa, Daúde, Luciana Mello, Margareth Menezes, Martnália, Paula Lima e Rosa Maria, que sobem ao palco acompanhadas por uma banda-base e uma superorquestra de 45 músicos.


Fonte: Salvador Notícias

Nenhum comentário: