terça-feira, 25 de maio de 2010

Chás Emagrecedores - Poderosas Ervas


"As plantas desenvolveram ao longo de sua evolução um arsenal de substâncias que servem para defender sua própria existência". A afirmação do químico Benjamin Guilbert, da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, nos leva a pensar que, por isso, muitas plantas ajudam o homem a se defender daquilo que pode prejudicar sua saúde. Segundo os especialistas, o uso de ervas medicinais é tão antigo quanto a raça humana.

Várias opções

DIURÉTICAS
CAVALINHA (Equistem arvense), DENTE-DE-LEÃO (Taraxacum officinalis) , ABACATEIRO (Persea americana), QUEBRA-PEDRA Phyllantus niruri), CABELO DE MILHO (Zea mays), SABUGUEIRO (Sambucus nigra).
Ação: Retenção de líquidos. Atuam nos rins e na glândula supra-renal, inibindo um hormônio chamado cortisona, que impede a perda de peso.

DIGESTIVAS
CÁSCARA-SAGRADA (Rhamnus purshiana), CHAPÉU-DE-COURO (Echinodorus macrophyllus), ZEDOÁRIA (Curcuma zedoaria), HIBISCO Hibiscus sabdarifa), PSILIUM (Plantago psyllium), FUCUS (Fucus vesiculosus).
Ação: Prisão de ventre. Essas ervas regulam as atividades do fígado. Assim, a bílis, produzida por esse órgão, passa a quebrar a gordura em moléculas menores, facilitando sua absorção pelo intestino. Alimentos "pesados", como carnes e gorduras não ficam parados no estômago causando sensação de estufamento e azia.

DESINTOXICANTES

ALFAFA (Mendicago sativa), BUGRE ou CHÁ-DE-BUGRE (Casearia sylvestris), SALSAPARRILHA (Smilax sp), CHÁ VERDE (Camellia sinensis), ESPINHEIRA-SANTA (Maytenus ilicifolia), BARDANA (Arctium lappa).
Ação: Eliminar toxinas. Captam as toxinas (substâncias responsáveis por desequilibrar as funções das células e ocasionar o aumento de peso) e tratam de eliminá-las através da urina, do suor ou das fezes.

CALMANTES

ALECRIM (Rosmarinus officinalis), CAPIM-LIMÃO (Cymbopogon citratus), HORTELÃ (Mentha piperita), MELISSA (Melissa officinalis), CAMOMILA (Matricaria chamomile), JASMIM (Jaminum officinalis), MULUNGU (Erythrina mulungu).
Ação: Ansiedade. As ervas interferem no sistema nervoso, trazendo sensação de tranqüilidade e calma. E isso é ótimo para evitar a compulsão.

EMAGRECEDORES
ALFAFA (Mendicago sativa), CAVALINHA (Equistem arvense), CANA-DO-BREJO (Costus spicatus), CARQUEJA (Baccharis trimera), CAPIM-LIMÃO (Cymbopogon citratus), GRAVIOLA (Anona muricata). Ação: Facilitar o emagrecimento. Atuam nos rins, fígado e intestino, regulando as atividades desses órgãos e acelerando o metabolismo. Agem na quebra dos lipídios, que são eliminados pelas fezes. Algumas dessas ervas também têm efeito laxativo.

Atenção para estas dicas:

· Não se deve misturar mais de duas ervas de cada grupo, pois ao invés de fazer bem, pode fazer mal à saúde.
· Usadas de forma errada, as ervas podem apresentar grau de toxicidade alto.
· Grávidas e lactantes jamais devem ingerir qualquer chá sem antes consultar seu médico. O mesmo vale para portadores de moléstias graves ou em tratamentos com medicamentos especiais.
· Não é recomendável fazer uso contínuo dos chás, evitando assim transtornos no metabolismo. Chás do tipo laxante, por exemplo, em excesso, podem provocar desidratação. O ideal é tomar por 30 dias, fazer uma pausa de uma semana e voltar a consumir uma outra erva do grupo
.


Fonte: www.jardimdeflores.com.br

Um comentário:

Isa Lorena disse...

A-do-rei!
saudades imensas!