quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Boas Festas a Todos...como o Girassol



"Sempre que o sol
Pinta de anil
Todo o céu
O girassol
Fica um gentil
Carrossel

Roda, roda, roda
Carrossel
Roda, roda, roda
Rodador
Vai rodando, dando mel
Vai rodando, dando flor

Sempre que o sol
Pinta de anil
Todo o céu
O girassol
Fica um gentil
Carrossel

Roda, roda, roda
Carrossel
Gira, gira, gira
Girassol
Redondinho como o céu
Marelinho como o sol"

O Girassol

escrito por Vinícius de Moraes e Toquinho


Que em 2011 você faça como os sábios girassóis...concentre seu olhar para a LUZ do que é VERDADEIRO em sua VIDA e não deixe que as suas carências e os corações enganosos lhe tirem do seu FOCO principal : VIVER BEM!!!

Pra VOCÊ que acompanha meu Blog ...um 2011 cheio de VITÓRIAS sem olhar pra trás. Seja feliz por você...realize seus sonhos por você ...e não esqueça que o outro é o complemento do que você VERDADEIRAMENTE deseja pra sua vida. Se deseja VERDADE ela estará ao seu lado...se DESEJA PAZ...ela estará ao seu lado...se for SINCERO com você mesmo...seus PLANOS dia após dia se realizarão.


Axé de Paz e Fé a Todos!!!


Patrícia Bernardes (Jornalista e Gestora Social)

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

NEIM e OBSERVE repudiam violência na UFBA



As integrantes do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher – NEIM, e do Observatório de Monitoramento da Aplicação da Lei Maria da Penha – OBSERVE, vêm manifestar sua indignação pela violência sexual por intimidação que a aluna regular de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Diana Anunciação Santos, sofreu no espaço da FFCH, por várias vezes, no primeiro semestre deste ano, por parte do também aluno desse Programa, Alex Sandro Macedo Almeida, sem que as necessárias providências no sentido de punir o referido aluno pelo seu comportamento machista e anti-universitário, afastando-o da instituição, o quanto antes, tenha sido tomado.

Ressalte-se que, no dia 31 de maio de 2010, Alex Macedo abordou Diana Santos de forma ainda mais violenta, com agressão física, agarrando-a, forçando repetidos beijos na sua boca, machucando-lhe os lábios, puxando-lhe os cabelos, apertando-lhe os braços, imprensando seu corpo contra uma árvore, batendo-lhe a cabeça contra a mesma, intimidando-a e causando-lhe constrangimento em sala de aula, o que se constitui como forma de violência sexual.

A permanência de Alex Macedo como aluno da FFCH, freqüentando as salas de aula e demais espaços de São Lázaro, como se nada houvesse acontecido, gera também constrangimento, em todos que ali circulam, principalmente em todas as mulheres, não só em relação à violência sofrida pela aluna Diana Santos, mas por constituir-se como ameaça constante de violência sexual a qualquer outra mulher.

Frente a essa situação, Magnífica Reitora, solicitamos que sejam levados a cabo os necessários procedimentos no sentido da responsabilização de Alex Macedo pelos atos violentos cometidos contra Diana Santos, e de sua devida expulsão da Universidade Federal da Bahia.


Enviado por :

Márcia dos Santos Macedo

Diretora do NEIM/UFBA

Cecília M. B. Sardenberg

Coordenadora Nacional do OBSERVE

História Geral da África já está disponível



Em 1964, a UNESCO dava início a uma tarefa sem precedentes: contar a história da África a partir da perspectiva dos próprios africanos. Mostrar ao mundo, por exemplo, que diversas técnicas e tecnologias hoje utilizadas são originárias do continente, bem como provar que a região era constituída por sociedades organizadas, e não por tribos, como se costuma pensar.

Quase 30 anos depois, 350 cientistas coordenados por um comitê formado por 39 especialistas, dois terços deles africanos, completaram o desafio de reconstruir a historiografia africana livre de estereótipos e do olhar estrangeiro. Estavam completas as quase dez mil páginas dos oito volumes da Coleção História Geral da África, editada em inglês, francês e árabe entres as décadas de 1980 e 1990.

Além de apresentar uma visão de dentro do continente, a obra cumpre a função de mostrar à sociedade que a história africana não se resume ao tráfico de escravos e à pobreza. Para disseminar entre a população brasileira esse novo olhar sobre o continente, a UNESCO no Brasil, em parceria com a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação (SECAD/MEC) e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR), viabilizaram a edição completa em português da Coleção, considerada até hoje a principal obra de referência sobre o assunto. O objetivo da iniciativa é preencher uma lacuna na formação brasileira a respeito do legado do continente para a própria identidade nacional.

O Brasil e outros países de língua portuguesa têm agora a oportunidade de conhecer a Coleção História Geral da África em português. A coleção foi lançada em solenidade, em Brasília, com a presença dos ministros de Educação e Cultura.

Segue o link para baixar

http://www.unesco.org/pt/brasilia/dynamic-content-single-view/news/general_history_of_africa_collection_in_portuguese/back/9669/cHash/b09c14fd46/

Enviado por Júlio César Soares (Irmão Prior da Irmandade do Rosário dos Pretos )

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Revista Semiárido é lançada em Salvador




O Coordenador da Bancada do Nordeste o Dep. Federal Zezéu Ribeiro, têm a honra de convida-lo para o "Lançamento da Revista Semiárido" uma publicação da Câmara dos Deputados sob a orientação da Bancada do Nordeste.
Local: Salão Íris- Hotel Fiesta Bahia
Av. ACM, 771 Itaigara- Salvador
Data: 13 de dezembro de 2010 ás 18h.
Joara Seara
Assessoria do Dep.Federal Zezeu Ribeiro PT BA.
3241-5605 9617-4910/8828-9330

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

"Vendedoras por um dia " no Rio Vermelho



Neste sábado (11), das 10h às 19h, a estilista Mônica Anjos dá início ao Projeto “Vendedora por um dia”, com a participação da jornalista Juliana Dias e da publicitária Ilka Danusa. A iniciativa integra uma série de atividades culturais que a estilista pretende realizar num dos mais conhecidos e boêmios bairros de Salvador, o Rio Vermelho, levando moda, arte, música e diversidade.

Na ocasião, as convidadas assumirão o papel de vendedoras da loja, aliando a profissão (famosa nessa época do ano) com um momento de descontração, na qual receberão amigos e também clientes da loja para conferir a nova coleção Verão 2011 “Dê asas as suas ideias”. Segundo Mônica Anjos, o projeto surgiu após uma conversa da estilista com a apresentadora da Band, Rita Batista sobre atividades e ações que possam reunir pessoas num mesmo local para a troca de ideias e, também, o intercâmbio cultural.

Nas araras do atelier estarão disponíveis modelitos da coleção Verão 2011, batizada de “Dê asas as suas idéias”, inspirada na diversidade cultural do Recôncavo Baiano, através do artesanato, samba de roda, capoeira e religiosidade. São peças exclusivas com aplicações de crochê, bordados e broches, com preços promocionais. Segundo a estilista Mônica Anjos, sua inspiração para a nova coleção veio a partir do “direcionamento do meu trabalho para o artesanato, buscando o diálogo com o passado e o futuro”, resume. Um dos destaques da coleção é a predominância do branco nas peças, que segundo Anjos, remete ao sincretismo religioso e a utilização das rendas e batas como elementos da herança portuguesa.

Nesta primeira edição estarão presentes: a jornalista Juliana Dias e a publicitária Ilka Danusa, ambas integrante do Instituto Mídia Étnica, organização formada por comunicadores comprometidos com os direitos humanos, responsável pelo portal colaborativo Correio Nagô www.correionago.com.br.

Pauta: André Luís Santana

Serviço:

O que: Projeto “Vendedoras por um dia”, com Juliana Dias e Ilka Danusa

Quando: Sábado, 11 de dezembro, das 10h às 19h

Onde: Rua Paciência, 223 Rio Vermelho

Informações: (71) 3334-2117

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

V Feira do Empreendedorismo Afrodescendente.



De 10 a 12 de dezembro será realizada na Praça do Campo Grande a V Feira do Empreendedorismo Afrodescendente. O evento é uma iniciativa da Prefeitura do Salvador realizada pela Secretaria Municipal da Reparação (Semur) cujo objetivo é promover a oportunidade de negócios, estimular a promoção do desenvolvimento e da cultura e escoamento da produção de empreendedores afrodescendentes, constituindo um referencial para geração de emprego e renda na capital baiana.

A Feira reunirá trabalhos de 130 artesãos, todos selecionados há quatro meses, quando realizaram a inscrição. Durante os três dias do evento, eles estarão instalados com seus produtos nos stands que ficarão armados em toda a área da praça. Lá ficarão expostos seus trabalhos manuais todos baseados na cultura afro.

Desse encontro promovido há cinco edições surgiu a Associação Cultuarte, formada por um grupo de artesãos que hoje participa de feiras e rodadas de negócios no Brasil inteiro e recentemente fechou contrato com o Grupo Pão de Açúcar. Esta é mais uma oportunidade promovida pela Semur em parceria com a Secretaria Municipal do Trabalho Assistência Social e Direitos do Cidadão (Setad), que este ano conta ainda com o apoio da Secretaria de Turismo do Estado/ Bahiatursa.


Serviço:

O Quê: V Feira do Empreendedorismo;

Quando: 10/11 e 12 de dezembro, das 10h às 20 horas;

Onde: Praça Dois de Julho Campo Grande;

Quanto: Entrada Franca.


Pauta

Ailton Ferreira
secretário municipal da Reparação