domingo, 27 de setembro de 2009

Pele limpa (e linda).Como?


Quando foi a sua última limpeza de pele? Se demorou para responder, é sinal de que passou da hora de visitar uma clínica de estética. Para ter certeza disso, da próxima vez em que se olhar no espelho, verifique se há descamação, comedões (cravos ou pontinhos pretos que infestam, principalmente, o nariz, o queixo e as bochechas) e grãos de millium, pontos brancos que adoram se acumular no contorno do queixo.

Alterações na cor da pele e espinhas também são indicativos de que você precisa de uma boa "faxina". "Quem tem acne deve repetir o cuidado uma vez por semana, aumentar para 15 dias se tiver apenas cravos, ou para 30 se a pele for livre de problemas", avisa a esteticista Nilza Bittencourt, da Clínica STAG Anti Aging (SP). Exagero? Não. Afinal, a pele acumula, ao longo do dia, resíduos de poluição, cigarro, maquiagem, suor, oleosidade...

É assim que se faz:

Antes de iniciar a limpeza, a esteticista deve avaliar a pele, os problemas que ela possui e as reclamações da dona, para decidir quais produtos usar. "A cliente também deve informar se está fazendo algum tratamento médico ou estético", avisa Nilza. Para acertar na escolha da esteticista, peça a indicação de uma amiga, confirme se a profissional é devidamente habilitada, e confira se ela segue esta rotina:

1 limpar

para remover gordura facial e sujeira, a limpeza é parecida com a feita em casa, já que usa demaquilante e sabonete neutro. o diferencial é o esfoliante: líquido, age mais profundamente e dispensa fricção

2 tonificar

A tonificação refresca, suaviza e estabiliza o ph natural da pele, preparando-a para receber o restante do tratamento. para tanto, é usado um tônico ou um adstringente. "o primeiro é mais indicado para quem tem pele seca ou sensível, já que é livre de álcool e contém substâncias calmantes e hidratantes; enquanto o segundo ajuda a fechar os poros e a remover o brilho da zona T das peles mistas e oleosas, por ser formulado com álcool de cereais", explica a dermatologista Adriana Vilarinho (Sp). Ambos os produtos são espalhados com algodão.

3 extrair

para retirar cravos e pústulas sem machucar ou provocar dor, são feitas compressas com solução emoliente, junto com vapor ou máscara térmica, durante 10 ou 15 minutos. A extração é feita com os dedos, envoltos em algodão, ou com um aparelho chamado extrator. Nos grãos de milium é preciso usar uma agulha descartável e fazer uma pequena abertura na pele. para finalizar, a esteticista lança mão de um aparelho de alta frequência, que fecha os poros e acelera a cicatrização de espinhas inflamadas.

4 massagear

Quando a pele é seca, desidratada ou normal, é feita uma massagem manual para estimular a microcirculação e a produção de sebo. mas quem tem acne deve receber uma drenagem linfática manual, para melhorar a circulação de maneira mais suave.

5 hidratar

A máscara é escolhida de acordo com a necessidade da pele: para acalmar, a melhor pedida costuma ser aquelas à base de azuleno e de extrato de camomila; para clarear, as que contêm ácidos; para hidratar, nutrir e revitalizar, alantoína, aloe vera, mel, vitaminas e e c; para purificar, argila. mas, seja qual for o tipo, o produto é espalhado no rosto todo, e age por 15 a 20 minutos.

6 proteger

A limpeza é finalizada com a aplicação de filtro solar de fator 30 - uma proteção alta, já que a pele ficará mais sensível depois de tanta manipulação. porém, no dia-a-dia, o FpS pode ser 20.


fonte: Revista Corpo a Corpo

Nenhum comentário: