quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Sentimentos * Fé

“E lhes disse: “A minha alma está profundamente triste, numa tristeza mortal.” (Marcos 14:34)

Vc já se sentiu de uma maneira e algumas pessoas te disseram que como cristão vc não deveria se sentir assim? Já ouviu algo parecido com isso: “Não se sinta assim. Se vc confiasse mais em Deus e orasse mais __________. Resolva isso e supere logo!” ? Vc sente como se seu mundo estivesse acabando, como se não pudesse piorar e então, o seu “colega” vira e fala isso, aí vc vê que pode piorar! As pessoas não falam por mal; elas realmente querem ajudar, mas é o tipo de coisa que vc não precisa ouvir. Vc está sozinho quando se sente dessa maneira? Não! Dá uma olhada na história de Jó no Antigo Testamento e vc verá um bando de amigos com boas intenções, mas que não ajudaram muito! Então, se palavras encorajadoras não ajudam, o que podemos fazer quando nos sentimos dessa maneira? Primeiro, entender que sentimentos são emoções humanas, até Jesus tinha sentimentos! Ele não os negava e nem os escondia, também não se batia por senti-los; Ele reconhecia esses sentimentos abertamente, mas lidava com eles de maneira saudável. Ele orava para que Deus tirasse esse sentimentos. Não tem problema em fazer isso! Deus não gritou com Ele ou falou para Ele esquecer aquilo, não é? E em segundo, saiba que sentimentos não ditam suas opções ou eliminam suas escolhas. Vc pode continuar fazendo boas escolhas mesmo quando não está se sentindo bem. Siga o exemplo de Jesus em Marcos 14:36 – escolha a vontade de Deus, independente do que vc está sentindo e então, Ele vai te capacitar para lidar com momentos difíceis.

[extraído e adaptado do devocional A Palavra para Hoje
produzido pela UCB Internacional]

Nenhum comentário: