quarta-feira, 8 de abril de 2009

Patrocinadores já podem se inscrever no Projeto Uerê

Colaborador: Yvonne Bezerra de Mello
Em 1997, a prefeitura do Rio de Janeiro removeu a favela ali existente para o Complexo da Maré, em Bonsucesso. O PROJETO UERÊ acompanhou essa população permanecendo até 1998 nos abrigos da prefeitura no dito Complexo até o assentamento daquela população no local chamado Baixa do Sapateiro.
Em 1998, o PROJETO UERÊ confirmou-se como Organização Não-Governamental fortalecendo a proteção de direitos e a família atuando com mais enfoque na prevenção. Na parte pedagógica especializou-se em crianças com traumas constantes e ininterruptos causados por diversos tipos de violência levando a bloqueios e graves problemas de aprendizado. Adquiriu sua primeira casa com doação de um industrial americano, Sr. Ray Rasmussem da Califórnia, Estados Unidos.
As crianças e jovens que viviam nas ruas nas imediações da Igreja da Candelária na área central da cidade do Rio de Janeiro, eram atendidos de maneira voluntária pela Sra. Yvonne Bezerra de Mello, presidente do projeto UERÊ durante 10 anos e hoje sua Coordenadora Executiva e Pedagógica. Em 1993, oito crianças e jovens foram assassinados por policiais na chacina da Candelária. Muitos dos sobreviventes foram morar debaixo de um viaduto em São Cristóvão e continuaram a serem atendidos pela Sra. Yvonne Bezerra de Mello. Debaixo desse viaduto surgiu o esboço da primeira escola UERÊ que funcionou de maneira precária durante quatro anos atendendo a cerca de 120 crianças/dia. Perto desse viaduto existia uma pequena favela de mil pessoas. Muitas crianças dessa comunidade começaram a freqüentar o UERÊ onde recebiam escolaridade e três refeições/dia.
O Projeto Uere é uma organização para crianças e jovens traumatizados pela violência constante e com problemas de aprendizado. Para elas foi criada a metodologia Uerê-Mello que faz com que consigam superar seus problemas pedagógicos e bloqueios. Oferecemos uma educação de qualidade, divertida e com ênfase na superação da pobreza pela educação:
Oferecemos subsídios para a inclusão social.
Evitamos a evasão escolar e a fuga para as ruas.
Estimulamos a confiança e a auto-estima.
Orientamos a se tornarem cidadãos responsáveis
Preparamos nossos jovens para competir num mercado de trabalho cada vez mais difícil.
Esse programa permite que crianças excluídas possam freqüentar uma escola particular e receber um nível de educação de qualidade. Esse é um programa de muito sucesso sendo as crianças do UERÊ as que apresentam melhor desempenho escolar.
A bolsa cobre os oito anos do ensino fundamental. Dependendo do desempenho escolar do aluno a bolsa poderá se estender ao 2º grau e mesmo até a faculdade. Pede-se aos patrocinadores um mínimo de dois anos de patrocínio.
O custo da bolsa é de R$ 360,00 por mês e deverá se paga até ao dia 5 de cada mês. A bolsa poderá ser paga mensalmente, semestralmente ou integral no começo do ano.Esse custo inclui: mensalidade, uniforme, sapatos (3xano), material escolar, livros, transporte, lanche e café da manhã, passeios,taxa de administração.

Contato para o programa de bolsas de estudo:

Yvonne Bezerra de Mello projeto_uere@infolink.com.br (Brasil)

As doações deverão ser entregues na Avenida Rui Barbosa, 500/302 - Flamengo - 22250-020 - Rio de Janeiro - RJ Contato: (55 21) 2553 0024

Nenhum comentário: