quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Cursos profissionalizantes acompanham o "Boom" do crescimento gastronômico na Bahia ?

por Patrícia Sousa

Ao caminhar pelos stands do "Bahia Gourmet -Salvador" na área de convivência do Iguatemi-- montado com bom gosto e requinte pela equipe "Licia Fabio,ao lado do Play Center- deu para sentir que "tentamos" mais ainda não chegamos.
A visão do turismo na Bahia ainda está muito focada a imagem da "baiana de acarajé,fitas do bonfim e negros sorrindo e servindo mesas".
Stands repletos de empresários e , ao mesmo tempo, degustadores do que lhe era servido, demonstrava com clareza a nossa ausência no quesito CAPACITAÇÃO & HUMANIZAÇÃO de serviços prestados ao Turismo na Bahia.
Vinhos,cafés,queijos,doces,revistas especializadas se misturavam aos estudantes de gastronomia do SENAC que saiam "suando" com as bandejas para servir os que estavam ali presentes. Eu , uma "foca" do Jornalismo, só observava.
Estamos preparados ou não? Nunca estivemos. Saímos da "cultura carlista" de vender a Bahia somente para turistas sem ao menos ensinarmos a quem os iria servir. Jovens de 15 a 25 anos são convocados para seleções de emprego na alta estação e COBRADOS duramente quanto a sua 2ª língua, quando nem ao menos sabem falar seu próprio idioma.São ALARMADOS quanto as gorjetas e as palavras direcionadas aos clientes como "ESCRAVOS DAS ANTIGAS SENZALAS".
Estou sendo dura? Não. Muitos destes jovens que trabalham em eventos como estes ou são contratados por redes de hotéis da Bahia , não sabem nem o que estam servindo às mesas. No máximo são instruídos a não demorar para voltar ao balcão para pegar o próximo pedido e AINDA não derramar ou deixar cair no chão do local.
Te pergunto: "Licia Fabio está errada em promover estes encontros?Não. é uma forma sutil que ela encontrou para REUNIR E ALERTAR os empresários baianos para o que servimos e a nossa mão de obra.
Um sergipana exigente e que veio "de baixo" vai GRITAR com alguém? Ela é esperta.

Nenhum comentário: